Namoro inseguranças

Terminei um namoro de 5 anos

2020.11.28 07:13 Somrandguy Terminei um namoro de 5 anos

É isso, depois de 5 anos de planejamento pra caralho pra eu visitar ela lá na puta que pariu, ela termina comigo. Eu fiz dela o projeto da minha vida, eu trabalhei cada insegurança dela, eu fiz ela olhar pra vida com amor, eu fiz ela se cuidar e se tornar uma pessoa melhor, eu passei noites e madrugadas falando como a vida valia a pena e como eu sempre estaria aqui pra ela.
No fim, quando eu finalmente tenho o dinheiro, e as únicas coisas que me impedem de viajar pra ela são pandemia e timing da faculdade, ela não sente mais o mesmo por mim. Eu ainda sinto o mesmo que sentia por ela no primeiro ano do nosso namoro, mas não ela.
Eu me sinto abandonado, usado de certa forma, ela foi 1/4 da minha vida, e agora vai ser um inteiro com outra pessoa um dia. Eu sempre te coloquei antes de mim mesmo, agora vou ter que sofrer até me achar denovo.
Enfim, é isso, eu sou um idiota.
submitted by Somrandguy to desabafos [link] [comments]


2020.11.18 23:17 Camaradasincero Ela está me ignorando?

Namoro a um pouco mais de 8 anos. temos mta historia, gosto muito da guria. Esses 8 anos foram uma montanha russa, no sentido de ciúme, confiança. Nos primeiros anos eu confiava muito. Depois ocorreu deu perder o emprego, e ficar algum tempo sem trabalhar, e isso mexeu com minha autoconfiança. Fiquei um pouco depressivo, e mais "dependente do relacionamento". Já arrumei um emprego mas algumas coisas mudaram, só não sei explicar o que. Antigamente ela me ligava eu eu estava fazendo alguma coisa, e esquecia de atender ou voltar uma mensagem. Hoje em dia é ao contrário! Ela não me retorna, fala que vai ligar e não liga.. Talvez esquece, ou faz sem perceber, não sei! Mas hoje eu sinto que eu quero mais atenção, e ela "me evita" ou talvez só está ocupada com algo?
PS. sei que cada um tem sua vida, independente da vida de casal. será que isso é só uma fase de carência e insegurança minha?
submitted by Camaradasincero to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.18 02:19 rideponey Medo de namorar

Puts família! Tenho uma defesa fudida quando alguém toca no assunto de namoro comigo. Quando falam sobre isso, o medo, insegurança batem forte. Parece soar que sou frio, me desinteresso fácil mas não, é medo! A mina é um mulherão, nova e bem esforçada. Atrai olhares por onde passa, é cantada na academia, mas já foi dito da parte dela que ela tem respeito comigo, tipo, não conversa com ninguém, fica, a não ser eu. Tô bem indeciso :/
submitted by rideponey to desabafos [link] [comments]


2020.11.12 03:12 immauwu Esse sub é uma das melhores coisas que já me aconteceu

Eu tinha muitas inseguranças, em especial com meu corpo. Isso acabou me levando a desenvolver uma anorexia leve, assim como me levou a me sentir insegura e feia perto do meu namorado. Isso andava me destruindo, e me desmotivando a fazer as coisas. Eu me sentia feia, gorda, burra, preguiçosa... resumidamente, eu me sentia 100% inútil, uma merda.
Já desabafei muito sobre todos esses problemas aqui nesse sub, e recebi muitos consolos e conselhos maravilhosos. Fico muito feliz de estar postando aqui de novo pra dizer que eu finalmente me livrei de tudo que estava me atormentando, e grande parte disso se deve a esse sub.
Busquei ajuda pra minha anorexia e ando me sentindo muito bem com minha aparência (e isso desencadeou uma fase super bacana do meu namoro), também me sinto motivada e recuperei a vontade de fazer as coisas (em especial estudar, coisa que eu tinha desistido há meses). Então muito obrigada mesmo por tudo, não sei onde eu estaria sem todos vocês desse sub maravilhoso.
submitted by immauwu to desabafos [link] [comments]


2020.11.09 17:53 Electronic_Address Acho que eu deveria parar de se preocupar com minha Ex (drogas e problemas psicológicos)

Faz tempo que quero escrever esse desabafo mas não encontro as palavras certas, sempre desisto de escrever no meio.
Alerta de que o texto pode ser grande.
Sim, eu ainda mantenho contato com a ex por vários motivos. A gente meio que se tornou melhores amigos, mas meio que só virtualmente já que nunca mais nos encontramos pessoalmente. A gente sempre troca segredos e confiamos um no outro. Na verdade eu nunca fui de se abrir pra ninguém, é mais da parte dela que ela me conta coisas "confidenciais", desde um relato que ela tinha perdido o vibrador até a experiência com drogas.
Quando eu comecei a namorar com ela percebi que ela era bem desequilibrada mentalmente (eu também era). A gente meio que tinha os mesmos problemas: Depressão, ansiedade, baixa alto estima, insegurança e por aí vai. Na TPM os sentimentos dela afloram ainda mais. Apesar de tudo isso nossa relação era saudável, nenhum dos 2 era ciumento, nem fazia chantagem emocional. A gente praticamente nunca se xingou. Na verdade a gente se ajudou a superar nossos problemas.
O término veio por pedido dela. Era difícil eu sair de casa pra qualquer coisa e a gente morava distante então a relação ficou complicada. Foi no ápice da pandemia do Covid-19 quando tudo estava em Lockdown e eu me neguei a sair pra encontrar ela (tem pessoas do grupo de risco na minha casa) daí ela terminou.
Não demorou pra ela arranjar outro cara mas esse "namoro" novo dela durou só 3 meses. Interpretei isso como uma extrema carência emocional que ela tem. Depois desse término dela ela me ligou bêbada de madrugada (eu sempre achei bem merda ela beber mesmo sendo menor de idade, e ela não bebia latinhas de cerveja, ela bebia LITROS de Vodka). Uma vez chamei atenção dela quanto a isso e ela disse " eu não bebo muito não, só bebo quando tô bem mal" e eu respondi "pior ainda".
A gente foi ficando mais próximo novamente (eu tinha parado de falar com ela por respeito ao novo relacionamento dela). Relatos de como ela se sentia inútil e de como ela queria morrer eram bem frequentes. Eu já tinha recomendado ela procurar um psicólogo, ela disse que ia falar com a mãe dela mas parece que isso não aconteceu. Não demorou muito pra ela vir com uns papo estranho de "já fumou maconha? Vou experimentar semana que vem".
De cara já fiquei bem preocupado com que tipos de pessoas ela ia usar, por que tenho muito medo de ela usar drogas com amigos homens e eles tentarem abusar dela (vocês sabem do que eu tô falando). Eu não falei "cuidado pra não abusarem de ti", eu só falei "cuidado com quem tu usa". Também falei pra ela ter cuidado pra não viciar. Eu sei que a chance de viciar em maconha é bem menor que a do álcool mas sabia também que devido ao emocional dela era bem mais sucetivel ela recorrer a droga como válvula de escape (assim como ela fazia com o álcool) e acabar se viciando.
Até aí pensei "tudo bem, ela vai usar com pessoas que ela confia". Também não acho maconha muito preocupante tendo em vista que tenho primos que usam de forma recreativa e eles não são viciados. Raramente recorrem a maconha pra se divertir e que eu saiba não usam outras drogas.
Depois de um tempo percebi que ela passou um dia inteiro sem me mandar mensagem. Achei bem estranho mas não chamei ela. De noite ela me mandou uns áudios bem estranhos que não dava pra entender nada. Ela falava bem baixinho e a fala dela tava toda enrolada era realmente impossível entender o que ela falava. Eu perguntei "o que?" E ela digitou "deixa pra lá" e sumiu.
No outro dia ela me disse que tinha experimentado o LSD e que ficou o dia todo sobre o efeito. Ela disse que tinha se sentido muito bem e que sorria de tudo no dia anterior mas que hj ela acordou se sentindo uma merda. Expliquei o funcionando do LSD e falei que devido a bomba de Seretonina que ela recebe ela acorda no outro dia se sentindo merda pois ela tá zerada de Seretonina.
A esse ponto eu já me preocupei um pouco, ela tava migrando pra outras drogas. Depois que eu expliquei sobre o LSD ela me prometeu que nunca mais usaria drogas. A mãe dela tava chegando de viagem então eu me senti aliviado pq eu acho que ela não usaria drogas em casa com a mãe lá.
Tudo começou a se normalizar e eu realmente achei que ela tinha largado as drogas, até chegar os dias recentes.
A gente tava tendo uma conversa normal até que eu notei que ela tava usando uma metadinha (famoso couple ou fotinhas combinado) que a gente usava bastante como foto de perfil quando a gente namorava. Perguntei bem despretensiosamente "hmmm tá apaixonadinha é? Usando metadinha" e ela me respondeu "não ele é só amigo" e me mandou um Print da conversa (que eu não pedi) que ela falava pra ele "usa essa foto aqui gay".
O que ela não se ligou, mas que foi a primeira coisa que eu reparei, mesmo antes das fotos foi o contexto da conversa. Dizia assim:
Amigo: tem mais chances de dar overdose Ela: tô ligada, deve ser bom Amigo: é Ela: pega, usa essa foto aqui gay
Eu falei: tão falando sobre dorgas 😳. Ela me respondeu "eita porraaaaaa". A gente conversou um pouco sobre e eu falei "cuidado".
Conversas sobre como ela se sente inútil e descartável se tornaram bem mais frequentes. Ela me contou até sobre a tentativa de suicídio dela. "Eu tentei me enforcar" - respondi "como?" - ela "com uma cordinha". Eu falei "tá doida porra? Se tu morrer eu vou ficar muito triste, tua mãe também." Eu sei que ela gosta muito de mim e da mãe, eu sempre tento fazer ela se sentir amada e querida quando ela fala que quer se matar ou quando ela se sente inútil e descartável.
Hoje eu mandei um bom dia e ela não me respondeu.
Quando deu meio dia, já quase uma hora ela me mandou um bom dia bem eufórico
"Bom diaaaaaaa Eu tô viva manoooooo Eu te amooooooo Eu tô vivaaaaaaaaa"
Ela me disse que tinha usado muita droga ontem. Me falou, falou e não explicou nada mas disse que ia me contar tudo (porra ela realmente confia em mim). Me disse que ainda tava mal e sumiu de novo.
Ela me disse que tinha usado 2 balas (ecstasy), LSD e "outros bagulhos lá". Ótimo era tudo que eu precisava: agora ela também tá no ecstasy e tá usando "outros bagulhos lá". EU NÃO SEI NEM MAIS QUE PORRA QUE ELA TÁ USANDO!!!
A situação tá ficando fora de controle. A gente já tinha marcado de se rever sábado. A gente vai tomar sorvete, como fazíamos antes. Mas lógico: ela cogitou a ideia de a gente fazer "outro tipo de rolê": dormir na casa dela, usar LSD e ficar loucão. Que ótimo, muito saudável! Nem precisei falar nada ela mesmo mudou de idéia e resolveu ir tomar sorvete mesmo.
Eu nem sei se eu quero mais ver ela. Ela se transformou numa pessoa muito diferente da pessoa que eu me apaixonei. Agora eu tenho que segurar as crises de depressão dela, principalmente depois que ela usa essas porcarias que é quando ela fica pior.
Porra é muita responsabilidade pra mim, ela completou 18 anos esse mês e eu vou fazer 17 ainda semana que vem. Eu sei que é contra as regras do grupo revelar a idade se eu for menor de idade mas isso é pra contextualizar de que de que isso é muito peso pras minhas costas.
Eu sei que eu deveria contar isso pra mãe dela mas como que eu vou falar isso???? Além disso se eu contar a confiança que ela tem comigo vai acabar completamente e isso pode ser ruim pro emocional e psicólogo dela.
Isso tá se tornando um fardo imenso. Toda vez que ela me fala que usou drogas eu me sinto muito merda. Vejo uma pessoa se afundar em depressão e drogas na minha frente e não faço nada. Eu tô simplesmente congelado de medo.
Isso tá me fazendo muito mal, as vezes dá vontade de chorar quando ela me fala essas coisas e eu penso em simplesmente cortar ela da minha vida por que o que era uma relação de amizade saudável entre ex namorados agora é algo que só me puxa pra baixo. Realmente é bem covarde e egoísta deixar ela assim pra trás mas é o que eu sempre fui, sempre fui um COVARDE fugindo dos problemas.
Além disso minha mãe anda falando muito em se mudar de cidade. Uma hora eu vou embora e minha ex não vai me ter mais aqui pra ajudar ela com as merdas que ela faz. Ela precisa saber o que faz sozinha.
Preciso ir cortando nosso laço pouco a pouco. Desaparecer gradualmente até que ela não perceba minha ida.
Se a gente não tivesse insistindo em continuar se falando depois do término isso não estaria acontecendo (não comigo) e eu iria se lembrar dela sempre como a pessoa mais incrível que eu conheci, mas agora... Agora todas as memórias bonitas que eu tinha sobre ela estão desaparecendo por que ela virou outra pessoa.
Obrigado a você que leu até aqui.
submitted by Electronic_Address to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 11:20 Sarvioor Eu tenho insegurança pra krlh

Eu atualmente estou namorando uma mulher muito foda, ela me ajuda com tudo, me deixa feliz, eu amo ela e ela me ama, só que o meu passado me deixa bastante inseguro e tals.
Minha namorada teve um problema com o ex dela que o fdp tirou a virgindade dela sem camisinha, e ele fez aquilo nela, ela disse que pediu pra ele parar e ele não parou, só de imaginar isso meu peito aperta, ela teve que tomar todos os medicamentos, falou tudo pra mãe dela e o FDP não disse nada pra dele pq tava com medinho, eu tbm ficaria mas assumiria a responsabilidade, ela até ficou um tempo com ele mas separou pq ele tinha traído ela, a gente começou a se conhecer logo dps que ela terminou com ele, eu só fui saber dessa história dps de um tempo conversando com ela. Eu sei que pode parecer drama de ex ou sla, mas até hj eu quero arrebenta esse cara, só pq ele não foi homem o suficiente pra assumir a responsabilidade, e aquilo ainda pode ser chamado de estrupo. Mas até agora já passou tudo, ela toma um anticoncepcional por isso mas já está se acostumando.
Até que chega a parte da minha insegurança, eu fui trocado em um namoro passado e isso me traumatizou até hj, eu tenho medo de ela começar a falar com outra pessoa e me trocar, até pq ela é do tipo que tem vários amigos homens, e isso me deixa bastante inseguro, eu não fico pegando o celular dela e essas coisas, ela sabe que eu tenho isso e fala que não vai me trocar, que se não quisesse ficar cmg não teria falado sim pro meu pedido de namoro, fala que me ama, e que não me trocaria por nada. Isso me acalma pra krlh mas a insegurança fica ainda, eu tenho medo de perder ela e meio que tenho pesadelos por isso, eu acordo chorando quando tenho esses pesadelos. Eu não sei oq fazer mais, eu amo ela e não quero perder ela, mas essa insegurança me mata muito, eu choro por medo de ela não me amar mais, de ela ter achado outro. A gente nem tem motivos msm, a gente fala sobre tudo, ela me apoia nos meus projetos ou no que eu conquisto, mas eu tenho esse medo ainda. E um dia desses o fdp começou a me seguir no Instagram, sei que parece coisa boba mas eu fiquei muito puto. Eu sou o antissocial e depressivo, tenho ansiedade dês dos 13 anos, tenho surtos de ansiedade do nada, não tenho muitos amigos, e ela foi a única pessoa no qual eu disse um eu te amo, ela me acolheu e cuida de mim, me faz rir e me faz parar de chorar. eu amo ela
Eu sei que eu sou dramático pra kct pode me zuar aikkkkkkk e minha escrita é uma merda kkkkkkkkk
submitted by Sarvioor to desabafos [link] [comments]


2020.11.07 13:37 Famous-Rabbitz Incertezas no namoro

Tenho 17 anos e namoro com uma menina, começamos a um mês era tudo uma maravilha, a uns 2 dias começou a ficar tudo estranho, falamos todos os dias por vídeo chamada porque só nos vemos 1 vez por semana, e as vezes ela parece que não quer saber de mim e nas redes sociais parece que não namora, tirou a nossa foto de capa do Twitter e a dm dela e só mensagens de outros, e não sei bem o que fazer, tenho muitas inseguranças em relação a tudo mas gosto muito dela e pelo que me parece ela de mim mas tem momentos que parece o contrário, mas sempre que estamos juntos parece que que tenho total certeza que ela é a melhor, e sempre que tento combinar algo com ela, ela diz que não pode, e demora muito para escrever mas isso é normal por conta da escola, mas mesmo quando não está na escola demora e fica online e não responde, e quando responde é respostas curta e sem dar para continuar a conversa
submitted by Famous-Rabbitz to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.07 11:15 Famous-Rabbitz Insegurança no namoro

Eu namora com uma menina e só nos vemos uma vez por semana, e falamos praticamente todos os dias por vídeo chamada, e durante o dia falamos pouco por mensagem, por ela demorar muito a responder a tudo, e às vezes quando posso ir ter com ela, arranja sempre uma desculpa para não tar, e já namoramos a mais de um mês e ela finge que está solteira ao por esse tipo de coisas no Twitter e depois diz que é nada, não quer por insta storys comigo e as dm tão cheias de mensagens de outros, e acho que ela nada já a falará com outro, não sei o que devo fazer, eu gosto muito dela mas não gosto de ser enganado, Edit: acabou comigo
submitted by Famous-Rabbitz to desabafos [link] [comments]


2020.11.05 17:41 Kashiiirou Estou totalmente desanimado pra tudo

Eu não tenho forças pra fazer mais nada, por mim eu ficava o dia todo trancado no quarto e saia pra comer dia sim dia não, mas eu não posso,eu me sinto forçado a fazer tudo, faço porque tenho que fazer e é "minha obrigação" eu me sinto apenas um cadaver sem alma andando todo dia o mesmo caminho e frequentando os mesmos lugares, tenho que ir pra escola, aturar todos aqueles desgraçados todos os dias e pra piorar tem um "grupinho" que fica conversando a aula toda e umas meninas que ficam me enchendo o saco, e isso tá me matando porque fico estressado muito fácil mas acabo não falando nada.
Depois ainda tenho que ir para as aulas de esgrima 4x por semana logo que saio da escola, e não tenho forças pra continuar fazendo isso, eu não sinto nada além de tristeza, desanimo e um vazio enorme, chego lá e faço as aulas super cansado e desanimado mas não posso demonstrar isso
Nós sábados eu tenho encontro de escoteiros, onde temos que correr muito e isso me cansa pra caralho, eu saio de lá sem nem sentir meu corpo, é como se minha cabeça tivesse em outro mundo e nem percebo oque estou fazendo, só "volto a consciência" quando chego em casa.
Sou muito antissocial e tímido, eu já passei mal na hora de apresentar um trabalho pra sala (só pra pessoas da minha sala) e tenho uma seria dificuldade em falar com desconhecidos eu fico tremendo e me sentindo meio mal, só fico mais tranquilo quando minha namorada ou um amigo próximo está comigo
Eu tbm tenho uma enorme insegurança sobre minha vida e aparência, eu sou burro pra porra e não entendo as matérias, eu tento estudar e não consigo, não consigo me concentrar nas aulas ou em estudar em casa 5 minutos parecem horas estudando e do jeito que tá eu nos vou a lugar nem um, eu pensava em largar o esgrima e aprender a tocar algum instrumento (bateria ou guitarra) pra tentar ganhar dinheiro com música, mas descobri que até pra isso preciso estudar outras matérias, sou feio de corpo inteiro, a única coisa que salva minimamente é meu cabelo que se eu colocar na frente do rosto eu fico menos feio até sem máscara, mas odeio meu braço porque tenho umas bolinhas parecidas com espinhas e alguns dão até pra espremer (eu acho meio nojento) e isso tem nos meus dois braços, começou a aparecer nas minhas duas pernas (só na coca ae agora) e já apareceram 2 na cabeça do meu pau, mas essas eram menores e não pareciam espinhas só umas pequenas bolhas bem pequenas msm (desculpa fazer vocês lerem isso), aparecendo até na pele do pau, e isso fode pra caralho minha autoestima
Estou cheio de problemas que não consigo resolver, eu não consigo pensar por conta própria, eu preciso de alguém pra pensar por mim e me mandar fazer as coisas não sirvo pra liderar ou coisa assim, que nem no meu namoro que quem decide quase tudo é ela e eu só obedeço
Eu penso muito em me matar futuramente, eu vou seguir minha vida até ver que realmente não tem como ou até eu perder tudo mais uma vez, eu no começo desse ano deixei tudo planejado para me suicidar hoje ( 5/11 ) que é meu aniversário, mas muitas coisas aconteceram, comecei a usar mais o Twitter e fiz amigos incríveis lá, conheci minha namorada por lá tbm e isso me fez desistir de me matar, ela (minha namorada) estava aqui em casa desde ontem a noite, dormiu cmg e foi embora a uns 30/40 minutos e vai voltar pra cá para comemorar as 19:00
Me sinto morto, sinto que sou um cadaver que so tenta fazer oque mandam, as únicas coisas que me fazem me sentir vivo e ficar com minha namorada,ver filmes de terror (quando tô com muito medo eu sinto que eu tô aqui, que eu estou no meu corpo), ouvir música e ficar no PC, fora isso não sinto tesão em fazer nada, eu não sinto nada além de um grande vazio quando estou fazendo outras coisas
Não consigo desabafar com ninguém, minha voz não sai, não consigo falar, não me sinto confortável com psicólogos ou falando com alguém, eu ainda tenho muitas coisas guardadas só pra mim mas não quero falar aqui pra não ficar muito grande (mais do que já está)
E o foda é que é como dizem "você nem viveu ainda" pois hoje ainda é meu aniversário de 14 anos kk
Me desculpe por fazer você ler tanta coisa
submitted by Kashiiirou to desabafos [link] [comments]


2020.11.03 20:11 Healburst ESTOU GOSTANDO DE UMA PROSTITUTA

Bom, antes de tudo uma introdução sobre a minha pessoa.
Tenho diversos problemas de auto estima, insegurança, ansiedade, bipolaridade e etc...
Namorei 2 vezes, até agora nos meus 21 anos, o primeiro foi quando eu tinha 19, durou uns 6 meses e foi super desgastante, pois ela não corria atrás de nada, sempre sobrava pra mim comprar até o que ela iria comer, fora que a cada dia a falta de confiança sempre aumentava de proporção, até que terminamos, no começo foi tudo muito difícil, mesmo querendo terminar eu me senti muito mal quando tudo acabou. O meu segundo namoro foi recente, namorei entre agosto de 2019 até outubro de 2020, em relação ao primeiro era muito diferente, ela corria atrás das coisas, sempre tentava me motivar, porém muitas coisas não se batiam, como por exemplo o fato de que ela me conheceu fumando e depois de alguns meses me ameaçou se eu não parasse de fumar, fui diminuindo gradativamente, porém é muito difícil, pois já fumo há 4 anos, com o tempo, eu fui me esgotando das atitudes dela e meus problemas que citei acima começaram a prejudicar nosso relacionamento, e eu já tinha em mente que queria terminar, porém pela minha insegurança e falta de auto estima eu não queria pois tinha medo de ficar sozinho e me afundar novamente em drogas e álcool pesados, e então ela resolveu terminar.
Entrando na parte da prostituta, eu estava em um bar bebendo na sexta feira dia 30/10 com um amigo comemorando meu aniversário, e então ele teve a ideia de ir a uma casa de entretenimento adulto, vulgo cabaré, puteiro como quiser, chegando lá eu só sentei tomei uma cerveja e acendi um palheiro, meu amigo perguntou qual eu ia pagar o PROGRAMA e falei que nenhuma, pois nunca gostei disso, pra mim sexo tem que ser quando os dois se gostam, se atraem, ambos estejam com tesão. Foi ai que meu amigo arrumou uma mulher qualquer lá e já foi pro quarto com ela, ai fiquei sozinho ali, enquanto tinha outras pessoas em outras mesas bebendo e falando com as GP. depois de uns 20 minutos sozinho e olhando para o teto, chegou uma moça, falou " posso sentar aqui do seu lado? tem esses maranhenses bêbados aqui, e eu não to afim de fazer programa hoje, estou cansada.", ela se sentou e começamos a conversar, ela pediu pra dar um trago no palheiro mas antes falou " relaxa que não coloquei a boca em lugar indecente nenhum", e ai lá se foi conversa, quase umas 6 horas de conversa, falei pra ela que iria embora quando lá fechasse pois não deixaria ela sozinha pra outras pessoas chegarem e começar passar a mão e forçar as coisas. Conforme a conversa foi melhorando, eu tive a liberdade de chegar mais perto, de por a mão perto, de por a mão no ombro, a mão na perna, depois ela começou beijar minha mão, me cheirar, enfim poupar os detalhes... antes de ir embora ela pediu pra eu adicionar o número dela, e falasse quando chegava em casa, e ela foi super atenciosa mesmo eu não tendo gastado nada com ela, super educada, prestativa, desde então eu converso com ela várias vezes por dia, e no domingo dia 01/11/2020 a gente conversou muito, e eu percebi que muita coisa nos liga, gostamos das mesmas coisas, diferente dos outros relacionamentos, e então mais a noite ela foi dormir na minha casa e tivemos relação, e eu notei que toda vez que eu beijava ela, ela falava algo como "eu vou me apaixonar" ou bem semelhante a isso, e quando eu perguntava o que ela falou ela falava "nada, nada não".
então nesses últimos dois dias eu já criei sentimentos por ela, e acho que ela percebeu isso, então não sei se ela só quer abusar disso e conseguir coisas fáceis de mim, ou se realmente tá acontecendo algo mais profundo pois ela também demonstra, mas não da pra saber se é verdade ou teatro, eu não consigo interpretá-la.
submitted by Healburst to desabafos [link] [comments]


2020.10.31 20:59 TaruTGabie Ontem eu terminei com meu namorado por causa da "melhor amiga" dele

Antes que falem qualquer coisa, não foi por ciúme. Eu nunca gostei dela, da forma como ele falava que ela era, como ele falava dela, blablabla, mas não por questão de ciúme, era mais por insegurança. Eu ficava "pow, ele conhece ela desde o maternal", "eles são amigos desde sempre", "ele conta tudo pra ela", "ele e ela" e outras coisas assim. Íamos fazer 10 meses de namoro amanhã e ontem fomos numa festa de aniversário de uma outra amiga dele. Ele tem muitas amizades com garotas, por isso sei que meu principal problema é com ela, não com o fato de ser uma mulher, mas com ela. Eu juro que tentei, falei com todo mundo, brinquei, sorri de verdade e me diverti. Até ela chegar chegar com outro jogo, ignorando totalmente que já estava todo mundo jogando outra coisa. Ninguém deu muita bola pra ela, mas ela ficou me encarando. Eu senti toda aquela coisa de "sororidade feminina" indo pro ralo. Ela tentava sempre ficar perto dele, pegar nele, abraçar, chamava ele de meu amor naquele jeito inocente que me irritava. E eu tentei apenas ficar na minha. O pior não era isso, era meu namorado. Imaginem uma pessoa lerda, que nunca percebe nada, que parece que se faz de ignorante. Esse é ele. E eu conheço bem a peça, então dias antes da festa eu tava dizendo que estava insegura com tudo isso, de conhecer finalmente os amigos dele, que eu queria que desse tudo certo e tudo mais. Mas na hora... Ele percebeu que tinha algo errado. Me perguntou umas duas vezes se estava tudo bem, mas sequer fez algum gesto pra me mostrar segurança. Quando chegamos em casa, eu contei tudo pra ele e ele me disse: isso tudo é novo pra mim, eu estava nervoso. Eram os amigos dele. Ele não é uma pessoa timida e são pessoas que ele conhecem a vida toda. Eu sim sou uma pessoa extremamente tímida e fiz tanto esforço pra ser genuína e tratar todo mundo como se fossem meus amigos de longa data. E ele que estava nervoso... Eu amo muito ele, mas o fato de ele não fazer nada para evitar as provocações da melhor amiga dele me feriu muito. Eu não vou pedir pra ele se afastar dela nem de ninguém, fui a ultima a chegar na vida dele e não sinto que tenho esse direito. Mas também tenho minhas marcas, meu outros problemas, tenho meus traumas com outros relacionamentos e ele sabe disso. Pra quem quiser ler minhas outras postagens, tem muita coisa acontecendo comigo ao mesmo tempo e sentir que não posso confiar ele tá acabando comigo...
Edit: Muita gente me falou sobre a boa da sororidade. Eu sei que é só um termo pra disfarçar as coisas, fiz só uma referência pq pelo que me pareceu dela foi só esse clichê de bancar a melhor amiga ciumenta, coisa que não deveria acontecer. Aos que tiraram a conclusão "é só ciúme", pode falar o que quiser, ciume é algo completamente normal, mas eu ja sou bem crescidinha pra lidar com isso. Só gostaria que ele tivesse conversado com ela antes, pois todos (outras pessoas também se envolveram nisso) chegamos a conclusão que poderia ter sido evitado se ele tivesse feito apenas isso. Obrigada a todos que expressaram suas opiniões, não vou dizer que as coisas já de resolveram até ele ir lá conversar com ela, mas pelo menos agora eu não tô igual uma idiota na cama chorando e pra mim isso já é ótimo... Eu só queria que ele tivesse tomado alguma atitude.
submitted by TaruTGabie to desabafos [link] [comments]


2020.10.26 15:06 sinsinemy oq eu faço meu namoro acabou

Terminei meu relacionamento de 1 mês (se conhecíamos a 8 meses) há 1 mês por um impulso e num dia que eu estava totalmente desiquilibrada e ele deu uma crise de ciúme e parou de me responder, fiquei mal, bebi e terminei por impulso = joguei água no castelo de areia.
Nosso relacionamento era gostoso, bom quase perfeito (e não é só porque terminei que nego todos e defeitos e vejo algo bom por carência). Tivemos mais momento bons do que ruins. Tentei reatar, conversar e até ser amiga mas dá aquela recaída e eu começo a falar sobre como a gente era, que eu amava e queria por perto. Me arrependi muito por aquele dia, mas sentia muita esperança em voltar e tentei durante esse último mês, se encontramos, conversamos e tudo mais, mas não "voltamos".
Manter esse contato com ex faz mal, sabemos, mas eu ainda não superei e acho que tem como resolver, porém ele tem medo de estar num relacionamento onde ele jogue confiança e amor e do nada ele desmanchar, acabar que nem foi o nosso término: do nada, sem motivos (ou só naquele momento. A gente se da super bem, se encaixamos e combinamos muito, muita conexão e amor. A única coisa ruim é a insegurança dele e a minha ansiedade.
Somos apaixonados, relacionamento completamente intenso e gostoso, ficamos sério por 7 meses e no 8° a gente decidiu namorar, eu terminei antes de dar 1 mês de namoro.
Hoje faz 1 dia que não falo mais com ele, dói e machuca pra caramba mas o afastamento é necessário, até quando?
Já pedi desculpas, enviei textos, falei sobre nós diversas vezes e tentei várias vezes ir pro assunto sobre voltar, é complicado pra ele e ele não sabe como responder e acha que se voltar vai se arrepender ou que eu de uma hora pra outra acabe com tudo novamente.
Não adianta eu mandar mais mensagens, tentar conversar, me explicar, não adianta. Ele demonstra que me ama mas que é complicado.
Todo dia meu coração dói, tenho sonhos com elee fico ansiosa por uma resposta dele. Doida pra falar com ele.
Mantenho muita esperança. Amo ele demais.
submitted by sinsinemy to desabafos [link] [comments]


2020.10.25 06:51 embuscadacura Isso me deixa muito ansioso e inseguro, como resolver?

Bom, eu namoro há dois anos, sou muito feliz ao lado dela, não me imagino com outra pessoa. Mas, como todo bom ser humano com seus pensamentos de merda, venho tendo uns pensamentos sobre o futuro, isso tem me afetado de certa forma e acredito que minha ansiedade acabou despertando (eu não era nem um pouco), mas, "quais são esses pensamentos?" Então, eu sempre pensei apenas no presente, viver o hoje, o agora, nada mais. Porém, ultimamente venho pensando sobre o meu relacionamento e vem aqueles pensamentos do tipo: Será se vai durar? Será se ela vai abusar de mim? Será se ela vai gostar de outra pessoa e me deixar? Me trair?(o mais corriqueiro) como nós vamos estar daqui uns 5 anos? isso não é normal, eu NUNCA fui uma pessoa insegura, maioria das pessoas me acha bonito, tenho 1.85, um magro esbelto, em aspecto físico nunca tive insegurança. Eu desenvolvi um medo muito grande de ser traído, mesmo confiando MUITO no meu par, meu círculo social é de pessoas que traem e foram traídas, lidam de uma forma super normal, como se fosse até algo simples. Meu nojo com traição é tão grande que, quando descobri que meu amigo traiu sua namorada, eu simplesmente me distanciei dele, eu sei que todo mundo erra e tal, mas isso pra mim é o maior dos absurdos, queria lidar melhor com esse assunto, sério mesmo, não me desce na garganta. Como eu posso resolver isso sem ir a um terapeuta ou psicólogo ou sei lá oq? Isso vem afetando até meus estudos, mesmo eu sendo estudante de alto desempenho e acostumado com a rotina cansativa. Enfim, alguém aí também tem isso ou já teve esses pensamentos?
submitted by embuscadacura to desabafos [link] [comments]


2020.10.23 04:49 Vskv-Vskv Eu sou inseguro para um Caramba

Eu to num relacionamento meio que ta pra acontecer, eu gosto dela, ela gosta de mim, só que nós não queremos web namoro, então vamos esperar passar tudo isso pra "oficializar", só que eu sou muito ansioso, e eu fico pensando que ela vai enjoar de mim, e me trocar por outra pessoa, simplesmente deixar de me amar. Eu ficaria acabado com isso, porque além de ser minha crush, ela é minha melhor amiga a dois anos, então eu falava muito dessa minha insegurança pra ela, mas eu sei que isso pode acabar desgastando, então eu só parei e me prometi ser menos paranóico com tudo, porém eu ainda continuo com esse medo de ela parar de me amar do nada, só queria não me sentir inseguro só porque ela não respondeu super animada alguns flertes (antes que alguem venha falar "ahh se tiver que ser vai ser", por favor não fala isso, me deixa mais ansioso KKKK, obrigado por ler até aqui)
submitted by Vskv-Vskv to desabafos [link] [comments]


2020.10.22 20:20 outsider2677 Fui traído e agora moro com meus pais

Oi, aconteceu hoje cedo, meu relacionamento de 4 anos foi destruído porque peguei minha namorada mandando nudes e conversando sobre putaria com um cara que nunca vi.
Eu namoro essa menina ha 4 anos e estávamos morando juntos ha 2 anos, sempre tivemos nossas diferenças mas sempre conseguíamos lidar com os problemas. E antes de morarmos juntos fizemos um voto pessoal nosso em nunca esconder segredos, se um de nós nao tivesse feliz terminariamos na hora. Tanto que nunca ligamos de um mexer no celular do outro, afinal nao tinhamos nada a esconder.
Hoje, acordei bem cedo e dei bom dia a ela, conversamos na cama e brincamos como sempre fizemos, então decidi ver o que ela estava jogando no celular, coisa q ela nunca achou ruim. Mas dessa vez foi diferente, ela ficou na defensiva e começou alegar q nao estava bem, estava com dor de ouvido e tal, então eu tentei pegar o celular e ela me empurrou quase q pra fora da cama.
Ela segurou o celular firme e eu achei mt estranho, isso nunca tinha acontecido mas na hora eu sabia que ela tava escondendo algo. Tentei tirar o celular dela a força, levantamos da cama e ela começou a me bater e empurrar, saí correndo com o celular na mao do quarto e tentei fechar a porta, ela começou a bater e empurrar a porta.
Foi entao que vi varias mensagens trocadas com um cara que nunca vi na vida. Havia mensagens sobre ela chupar o pau dele e falando que queriam transar, mas o pior de tudo foi que ela mandou um video pra ele mostrando o seio.
Eu desabei, nao soube o que fazer e entrei em pânico, só conseguia chorar.
Liguei pros meus pais e agora estou deitado num colchão na casa deles, trouxe minhas coisas com a ajuda de um primo e estou sem fé nenhuma na humanidade.
EDIT 1: Respondendo alguns comentários, esfriei a cabeça na casa de meus pais e voltei ate lá pra terminar de trazer minhas coisas, sentei com ela pra finalmente entender o por que ela fez isso, pois foram anos jogados no lixo. Ela disse que não se sentia mais ela e que fez as coisas que fez porque queria ser outra pessoa. Acho que mandar mensagem pro cara a fez acreditar ser fodona, sei la (ela sempre teve problemas com insegurança).
O ponto é, ouvi todos os lados da estória, nada justifica o que ela fez e eu estou naquele baque ainda. Meus pais tinham um ótima relação com ela, nos ajudaram sempre e esta bem estranho o clima aqui, a ficha nem começou a cair pra eles ainda.
Agradeço muitíssimo os comentários de vocês e apesar der ser bem foda a situação, pelo menos fiquei feliz de ter tido a coragem de largar tudo de uma vez. Nao guardo rancor e nem quero prejudicar a vida dela (olhe que printei as conversas dela e podia facilmente jogar no grupo da família dela) mas nao sou esse tipo de pessoa.
Só quero distância!
submitted by outsider2677 to desabafos [link] [comments]


2020.10.21 01:28 grunge-witch Surto sobre um relacionamento em potencial!!!

Vamos lá: Eu já tô falando com a S há 1 mês. Conheci ela em um app de relacionamentos. De primeira deu um super match e passamos todos os dias conversando por horas! Pedi o número dela e a coisa começou a mudar. Áudios de meia hora e calls começaram a rolar todo dia até que finalmente saímos juntos!!
Foi super fofinho, andamos de mãos dadas, demos uma volta pela cidade e depois fiquei um tempo na casa dela mas não rolou nada demais.
Foi de uma amizade em potencial pra algo mais não definido. Até nos declaramos falando que gostamos muito um do outro várias vezes.
E agora tá muito coisinha de historinha adolescente. Fazemos call todo dia, recomendamos musiquinhas românticas um pro outro, fazemos poeminhas românticos um sobre o outro, ficamos o 1º rolê inteiro grudadinhos de mãos dadas, já tem até apelidinho um pro outro e eu até conheci a mãe dela!! (e ela quer conhecer a minha)
Agora vamos sair domingo! E ainda marcamos de recitar um para o outro um poeminha que vamos passar a semana fazendo
Mas aí eu tô meio em conflito. Tá todo mundo que conheço achando que eu devia pedir ela em namoro. Que isso já é um namoro, só não tem esse nome ainda.
Mas eu não sei!
Eu gosto muito dela! E quero muito namorar ela! E até quero pedir mas fico inseguro com a minha falta de experiência no assunto. Não é meio cedo? Só 1 mês que nos conhecemos, ainda nem rolou beijinho olha isso, ainda é um relacionamento bebê não tá na hora de pedir em namoro né? Ou tá? Não sei o que fazer nunca fiz isso aí help!!!!!!
Pensei em pedir no domingo, depois dos poeminhas, mas ainda estou em conflito. Para os seres mais experientes daqui, o que eu devo fazer?????? Sigo meu coração ou minha insegurança está certa?
submitted by grunge-witch to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 00:58 AnUnusualGirl Desabafo

Não sei muito bem como começar escrever, não sei nem ao menos dizer muito bem o que estou sentindo. Se olharem meu perfil no reddit podem ver que é composto por periodos de ausência de meses, anos. Vou contar um pouco da minha historia e agradeço quem puder ler.
Tudo começou com 14 anos, na verdade antes, mas com 14 anos me assumi como trans para meus pais. Ao contrario do que esperava, minha vida se tornou um inferno, entre varios terapeutas, depressão e ansiedade eu levei assim até os 17 anos, onde eu finalmente consegui um encaminhanento para um endocrinologista depois de meses de terapia. Novamente ao contrario do que esperava, essa notícia apesar de feliz para mim foi horrivel para minha mãe e isso gerou uma briga tão ruim e triste que cheguei em casa com a certeza de cometer suicídio. Sabe-se lá porquê eu não cometi, decidi que viveria minha vida como um cara "normal".
Com 18 entrei em Medicina, em uma faculdade particular, ganhei um carro, teoricamente a vida perfeita, e eu sempre me falava isso, tenho a vida perfeita, vou aproveitar e viver como um cara "normal". E eu tentei, tento até hoje. Hoje estou com 20 anos, no terceiro ano de curso e saindo de um namoro com uma mulher, relacionamento que estou vendo que foi uma forma de tentar provar para mim que poderia ser um cara "normal".
Nós terminamos ontem, e eu não me senti muito mal, na verdade a unica coisa que veio a minha cabeça foi essa questão de gênero, como se eu estivesse chegando a um limite sei lá, como se por mais que eu tentasse fugir disso, eu não conseguisse.
Acho que bateu uma real de que preciso lutar por mim, buscar me entender e me aceitar. Mas não sei nem o que fazer. Ter me assumido para eles foi muito doloroso e difícil e eles não aceitaram nada, eles gastam uma fortuna comigo, eu me sinto muito mal de decepciona-los, tenho medo, muita insegurança.
Sei lá, o que estou sentindo nesse momento é só uma vontade de ser quem eu sou. Ser a Marina e não o Matheus. Só queria que fosse fácil como desejar e imaginar isso.
Enfim, desculpem pelo texto longo e provavelmente sem sentido, estou em semana de provas, e com a cabeça a mil pensando nessas questões de gênero. Agradeço muito a quem leu, só de escrever o que está padsando por minha cabeça me sinto um pouco melhor
submitted by AnUnusualGirl to transbr [link] [comments]


2020.10.05 01:50 YeonJunLee N sei o que por aq, me desculpem, mas podem me responder?

é mINhA priMEirA vEz aQuI kskdkd
Eu conheci um garoto bem legal, nós somos bem parecidos, temos gostos em comum e etc. Conheci ele pelo Twitter e por coincidência ele mora bem perto de mim k. Alguns meses depois ele me pede em namoro do nada, eu achei que ele estava brincando (já que eu estou acostumada a ser zoada nessas brincadeirinhas), mas ele disse que era real, então eu aceitei. A gente começou a se falar muito todos os dias a gente sempre troca desenhos e coraçõezinhos kskskd somos bem bobinhos um pelo outro. Hoje fiquei com febre de doer o corpo inteiro (espero que n seja o coringa ksk), então decidi dormir até passar, quando eu liguei o celular veio aquela enxurrada de notificações, mas nenhuma mensagem dele em particular. Chamei ele pra falar o que tinha acontecido e tal, ela se disse preocupada e eu fiz umas piadinhas pra ele ver que eu estava bem e ele se disse aliviado. Ele tem muitos amigos e eu n tenho nenhum mesmo, nenhum que eu possa conversar e tal. Naquelas notificações tinha conversas dele sempre rindo com os amigos, sla pq, mas eu me senti mal, talvez por n ter recebido alguma msg dele, talvez me perguntando se eu estava bem. Agora eu tenho medo de tudo isso ter sido falso até agora, n sei o pq. A gente terminou a call e agora estou chorando que nem uma condenada. Podem me responder? Será que minha insegurança e falta de amigos e autoestima são os motivos de eu estar assim?
submitted by YeonJunLee to desabafos [link] [comments]


2020.10.03 19:42 itsmariiii Não sei se devo continuar meu namoro

Aí vai uma análise do relacionamento. Prós: Estabilidade; Carinhoso; Centrado (tem metas boas e é pé no chão); Aparentemente fiel ( Nunca me deu indícios do contrário)
-Contras Ausente (devido aos estudos); Muito dificil ser romântico, apesar de ser muito carinhoso (Eu sempre relevo porque ele sempre tá com a cabeça cheia devido aos problemas, e eu não quero ser mais um problema pra ele); Displicente( as vezes faz pouco caso das coisas que me envolvem)
Sou muito insegura e vivo constantemente triste devido a outros aspectos da minha vida, não sei se o relacionamento soma nessa equação. Me sinto bem com ele, mas parece que não é mais um namoro. Não tem romantismo, nem todas aquelas frescurinhas comuns, igual tinha no começo . Tem muito companherismo e carinho. Mas será se é suficiente pra ser considerado um namoro? As vezes parece que o namoro é só uma obrigação pra ele, uma responsabilidade que ele tem que cumprir e não algo espontâneo. Não sei se estou exagerando devido a ausência dele e isso ser uma espécie de carência, ambos estamos muito atarefados e nosso contato acaba sendo pouco. Posso estar confundindo as coisas e tenho medo de tomar a decisão errada e estragar tudo. Não tenho me sentido amada, talvez seja a insegurança se tornando mais forte. Ou talvez o namoro não esteja mais dando certo. Não sei se estou depositando minhas mágoas na relação erroneamente, ao invés de melhorar os outros aspectos da minha vida. Estou bem confusa e com a cabeça cheia.
submitted by itsmariiii to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 21:25 hiroshibear O namorado de minha amada.

O título é interessante e por vezes pode ilustrar algo cômico. A situação na totalidade é confusa, complexa e cansativa, o que me fez repensar e evitar postar algo aqui durante um bom tempo.
Contudo nós cansamos, ficamos exaustos e precisamos absorver e observar com opiniões de outrem, que felizmente, não estão envolvidos e não possuem vínculos com nenhum dos citados aqui.
Conheço uma menina fazem alguns anos, nós sempre conversamos e tivemos uma relação interessantíssima. Ela é uma daquelas meninas que gostam de arte, de literatura, poesia e de estar em situações que liberam a adrenalina em seu estado mais puro.
Ela me contou que estava namorando e que estava feliz com isso. Prontamente desejei meus votos sinceros para o amor que continha a sua iniciação a partir daquele ponto.
Nós continuamos conversando, trocamos mensagens e saímos para tomar umas bebidas, entretanto sem malícia alguma, apenas na amizade mesmo. Éramos acompanhados por outros amigos e a nossa relação enquanto amizade estava intensa e belíssima. A realidade é que sou apaixonado por ela.
Cerca de alguns meses atrás, a recebi em minha casa, chorando e sem entender absolutamente nada. Os braços dela estavam machucados e ela estava com um olhar pesado, como de quem havia chorado muito e só gostaria de relaxar um pouco. A propósito, pouco a pouco as peças foram se encaixando e entendi a situação.
Fran estava sofrendo com ameaças, abusos emocionais e, em específico naquela noite, com uma agressão verbal e física. Ver ela daquela maneira corrompeu um pedaço de meu sentimento e chorei junto a ela.
Prontamente me coloquei a favor dela, deixando-me a sua total disposição, conversando e dando todo o suporte emocional que fosse necessário.
Fran me disse que iria terminar com ele na noite seguinte, por mensagem e que estava com medo de sofrer com represálias de amigos e parentes, além do medo de ocorrer ataques e perseguição vinda do Guilherme, que é o atual ex namorado dela, pasmem.
Estava exaltado, queria correr atrás dele enquanto precisava dar suporte e carinho para ela. Sou um homem que segue o lado racional, portanto, ela me mostrou todos os machucados e eu fiquei fazendo os curativos nela.
Quando eram por volta de três e meia da manhã, a chamei para ir dormir, e nós fomos. Ela tentou me beijar e eu recusei em respeito aos votos de fidelidade ao atual relacionamento.
Disse para ela que, caso quisesse ficar comigo, que teria que terminar o relacionamento primeiro. E que isso, embora ele possa até merecer, é algo injusto e que não cabe a mim. Fran concordou e se deitou ao meu lado para dormir.
Noutro dia tudo correu bem, ela terminou e me contou pessoalmente. A notícia se espalhou até que rapidamente, visto que nós moramos próximos de nossos amigos e somos quase que vizinhos um do outro.
Eu e Fran ficamos algumas vezes, transamos, trocamos cartinhas e todas as coisas fofas que vocês podem imaginar. Até chegarmos no estágio de anteontem.
Anteontem nós estávamos conversando sobre o futuro, e ela gradualmente foi me revelando suas inseguranças e seus planos. Me confessei para ela, disse tudo o que eu sentia, disse o quanto eu a amava e o quão seria bom ter ela todos os dias.
Fui retribuído, embora não fosse da forma que eu tenha pensado que ela faria. Acredito que a vergonha e a sinceridade da situação acabou ocasionando isso.
Agora, cá estou eu, pensando em como pedir Fran em namoro. Ela é uma menina bela, e eu a amo, amo o suficiente para querer ficar com ela durante toda a minha vida. O problema é que, assim que a pandemia acabar, ficarei mais distante fisicamente, pois terei que me mudar.
Ficarei um ano fora para resolver questões de família e ela poderia ir comigo caso pudesse e quisesse. Acredito que querer pode até ser que sim, todavia ela ainda está com certa dependência ao trabalho e ajuda a cuidar da mãe que está doente.
O que vocês fariam, amigos?
Fraternalmente, Anônimo do Reddit.
submitted by hiroshibear to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 18:37 is-a-porn-throwaway Preciso desabafar sobre meus desejos

Pelo menos debaixo da sombra do anonimato posso ser sincero. Sempre tive atração pelos dois sexos. Mais por mulheres do que por homens, e isso sempre me incomodou, e sempre era um ponto de insegurança. Fora que, na minha adolescência, experimentando, descobri que inserir objetos roliços no ânus dava prazer, mas sempre depois dos atos me sentia super culpado, porque pra mim era ou hétero, ou homossexual, sem meio termo. Depois da adolescência, queria parar de inserir objetos roliços, mas sempre tive recaídas. Eu achava que sentia vontade de colocar no cú porque nunca tinha feito sexo... Como sou introvertido, foi um puta trabalho pra perder a virgindade, mas corri atrás disso e perdi, arranjei namorada, e confirmei que gosto sim de buceta. Mas sempre tinha algumas recaídas... tipo 6 a 8 meses sem sentir vontade, e numa semana a vontade era tanta que eu cedia. Daí terminou o namoro, e eu fiquei com os brinquedos porque ela ia morar com os pais e não tinha como guardar. Tive uma recaída me senti culpado e joguei fora. Fiquei 3 anos sozinho, tendo recaídas, e achava que era porque não tinha namorada. Fui atrás disso e arranjei namorada, mas adivinha! Continuava sentindo vontades, volta e meia comprava um pepino ou dois e usava. Ano passado comprei uma prótese, e me arrependi de não ter comprado antes. Resolvi parar de me sentir culpado pelas minhas vontades e me aceitar: não sou totalmente hétero e não sou totalmente homossexual. Resolvi me aceitar como Bi. Não vou sair do "armário", mas eu sei, é um FATO, dar o toba pra mim é gostoso e chupar buceta também. Nunca experimentei com um membro de verdade, e tenho bastante vontade, mas estou em um relacionamento sério e não quero trair minha parceira. Já tentei dar uns hints pra ela fazer uma inversão de papeis, só que ela não curtiu a ideia. Enfim... Tenho vontade também de participar de um swing, de um ménage MMF, mas de novo, minha parceira não tem interesse. O sexo com ela é gostoso, minha convivência com ela é boa, mas ultimamente estou me sentindo sexualmente frustrado.
submitted by is-a-porn-throwaway to sexualidade [link] [comments]


2020.09.18 19:01 HappyPressure8291 Razão ???

Então, recentemente eu e meu namorado temos desgastado bastante a relação com discussões relacionadas a insegurança, paranoia e etc. E penso que por agir muito pelo emocional, eu acabo sendo a mais imatura da discussão, não é fácil lidar com isso, pois essa imaturidade atinge muito mais a minha pessoa, visto que ele super compreende eu estar sendo emotiva e achar que não aconteceu nada de mais. Um exemplo bem prático disso é o fato de ontem termos discutido e ele foi dormir tranquilo e falando que me ama mesmo eu super brava e pedindo pra ele tirar a foto de perfil e aceitar que vamos terminar por que não tem muito o que se fazer, enquanto que fiquei a madrugada toda pensando em muita coisa e fazendo testes de insegurança, de saber se o parceiro é traíra. Bom depois de tudo que eu disse acima, já devem imaginar quem é o mais inseguro da relação, ah também sou a paranoica(óbvio) e sou para a surpresa de quase ninguém. Muito ciumenta, e foi por esse motivo em especifico que brigamos, eu não consigo ver esperanças na minha evolução, e sinceramente, o que era um ciúme normal é que tá evoluindo pra outras coisas piores(possessão e etc. ), talvez por que tenho andado mais emotiva que antes nessa pandemia(no qual muita coisa ruim tem acontecido na minha casa) não sei... Mas fiz essa postagem por que estou muito indecisa racionalmente sobre uma questão. Uma amiga nova chegou na área, que na verdade já era colega a algum tempo, mas só agora que essa amiga terminou o namoro eles conversam com certa frequência e bastante intensidade(fotos, memes, vídeos, fofoca, conversa sobre a vida), incluindo muito esforço da parte dela para manter a amizade com ele. Engraçado é que acabei me envolvendo com ela também, ela é uma ótima pessoa, mas mesmo assim me sinto muito insegura, sei que ela tem outras pessoas na vida dela, mas não entendo a insistência em ser nossa amiga, pois nem parece que ela gosta mesmo de mim, e o meu emocional com certeza afirma que ficaria muito feliz com o termino da amizade entre eles. Mas racionalmente sei que isso é muito abusivo, eu controlar algo que eu nem deveria. Mas para frisar minha insegurança, tenho que dizer que me assusta muito quando ela diz coisas como ''eu me apoio na amizade com um cara e acabo gostando dele, sempre fiz assim, supri minha carência com outros caras'' isso é ameaçador pra mim sabe?... Eu só consigo imaginar nela vendo o quanto meu namorado é um cara bacana e acabar gostando dele e tende real motivo para não gostar de mim e só me manter por perto por falsidade sabe?. O que aconteceu com ela no termino do namoro não desejo a ninguém, ela ainda tá muito confusa, e eu queria que ela não se sentisse assim e de certa forma culpada, então no começo até apoiei bastante a amizade dos dois, falava pra ele perguntar se ela tá bem, tentar distrair ela... me arrependo disso, eu não devia ter responsabilizado ele por algo que eu mesma poderia ter feito por ela. Mas eu queria que ela se sentisse acolhida por nos 2, e acho que é assim que ela se sente agora, mas não posso negar que ainda vejo como ameaça, não sei, talvez ela tenha mudado o suficiente para não ficar mais querendo depender emocionalmente de alguém assim... mas vai saber? isso nem é algo tão ruim quando esse alguém tá disposto a te ajudar de verdade a se sentir segura e tals. Foda é que eu não consigo estudar, pensando que vou passar muito tempo fora e que ele vai tá tão envolvido com ela, por que coincidentemente ele tava no seu intervalo de estudos, e acabou compartilhando opiniões parecidas com ela e etc... sla... muita paranoia pra descrever aqui, mas eu realmente não sinto que estou pronta pra aceitar essa amizade. Ele e ela, que eu conheço bem, combinam mais do que eu e ela ou eu e ele(ele é mais amigo dela). No jeitinho de ser, de acreditar nas pessoas, pensar o melhor delas kk. Eu não sou assim vey... já sofri demais com as pessoas pra isso, inclusive da parte desse namorado, coisas parcialmente superadas, mas que a gente ignora, e que, desde que não aconteça de novo, da pra manter a relação. Resumindo, essa gama de defeitinhos meus, me fazem ter certeza de que eu só tenho algumas poucas soluções racionais pra isso tudo, vou listar 3: 1- Continuar próximo dos dois(por que longe eu já não consigo aceitar gst dos 2, n qro parecer um monstro, só sou humana sabe: imperfeita, cheia de problema, depressiva, ansiosa, to carente e etc kkk) e me esforçar(mesmo que doa muito) pra acreditar(mesmo que seja difícil demais) que eles só serão amigos mesmo; 2- terminar o namoro e desejar muita felicidade pra ambos que foram meio que motivo do termino, juntos ou não e 3- fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve(gosto que ele tenha amigos, isso faz ele feliz), até que eu pense melhor sobre tudo, sem que eu precise me distanciar dele que é a pessoa que eu mais amo, alias a distância entre ela e eu nem é uma opção, mas pode ser sim consequência, só que de fato eu até gosto de compreender o significado que ela tem na vida das pessoas ao redor dela e vejo isso conversando com ela, o que é bom, já que meu namorado é um pouco sonso ao me dizer o que ele acha que ela significa pra ele, ele diz: ''não sinto nada'' mas até eu não consigo dizer isso aí. Sinto compaixão por ela, carisma da parte dela, simpatia e etc. Mas vale lembrar que tenho um pouquinho de medo, por que acho ela muito melhor que eu, só por ter essa essência e ela auto afirmar as vezes que consegue conquistar qualquer um com boa conversa, é mais ameaçador ainda, e pode ser bobo mas por mais que no começo eu achava fofo agora comentar ''que casal fofo'' e coisas similares a ''meu casal''(Vitão 2018), me causa pavor, kkkk brincadeirinha kkk. Raiva tenho também, mas só dele mesmo, por ser sonso a ponto de dizer também ''que tal nos usar essa metadinha de 3 com ela?''. AFF do nada, num momento nosso qnd estamos vendo fotos juntos e umas metadinhas DE CASAL pra usarmos. Na verdade, se eu não fosse tão insegura até que seria uma boa ideia, mas qualé, ele sabe como sou... acho que me desrespeitou nesse sentido, de ver que eu tava me esforçando pra não falar dela, pq sempre acabo desgastando muito a relação cm muita paranoia, e ele ir e falar dela, me deixa pensativa e séria de novo, pra compensar ele concordou com essa terceira opção minha ''3 fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve''. Que sinceramente seria a que mais me deixaria feliz, e aí gente, acham que se eu repensar, consigo equilibrar melhor a razão e a emoção? e talvez ache uma opção mais sensata do que essa última. Acham que estou sendo ciumenta em excesso? e que eu devo me responsabilizar sozinha(msm ele sendo um fator pra minha insegurança) por isso, não terminando mas dando um jeito. ME AJUDEM! EU QUERO SER UMA BOA PESSOA, sem isso eu não me sinto mais nada nesse mundo e posso querer acabar com tudo logo(eu sei que preciso de terapia), por que só vejo sentido naquilo que tem sentimento e minha vida se resume muito a ser boa pra ele, alguns amigos e pro meu doguinho que ele prometeu cuidar caso algo aconteça comigo. :) ''Por que não vou ao psicólogo? bom, não tenho grana, simples. Desde já agradeço a pessoa que ler esse texto enorme, tentei ser bem objetiva e clara sobre tudo, espero que tenham compreendido.
submitted by HappyPressure8291 to desabafos [link] [comments]